2016-08-11 - União Europeia apoia Portugal com assistência de emergência no combate aos incêndios florestais


Portugal ativou o Mecanismo de Proteção Civil da UE para ajudar a conter a propagação dos incêndios florestais que lavram ainda em várias partes do país. O Mecanismo de Proteção Civil da UE funciona com base na ajuda voluntária disponibilizada pelos Estados-Membros.

Numa resposta imediata ao pedido de assistência, a UE mobilizou através do Mecanismo uma aeronave de combate a incêndios gerida pela Itália no âmbito da «capacidade tampão» da UE para reforçar as capacidades nacionais, sempre que necessário. Acrescem duas eronaves de combate aos fogos provenientes de Espanha enviadas já no início da semana.

Além disso, um agente de ligação do Centro de Coordenação de Resposta de Emergência da Comissão Europeia foi igualmente enviado para Portugal para trabalhar em estreita colaboração com as autoridades portuguesas.

O Centro de Coordenação de Resposta de Emergência (CCRE), da Comissão Europeia, ativo na monitorização de incêndios florestais, encontra-se em contacto com as autoridades de proteção civil dos países que fazem partes deste mecanismo.

«A UE apresenta-se solidária com Portugal no auxílio ao combate aos fogos no país. Encontramo-nos em contacto contínuo com as autoridades nacionais de diferentes Estados integrados no Mecanismo de Proteção Civil da UE para coordenar a resposta. Os nossos pensamentos estão com aqueles que foram afetados e com os que responderam em primeiro lugar, que se encontram a fazer o seu melhor no combate às chamas», declarou Christos Stylianides, Comissário Europeu para a Ajuda Humanitária e Gestão de Crises.

O CCRE recorre a serviços de monitorização nacionais, dados do Sistema Europeu de Informação sobre Incêndios Florestais (EFFIS) e imagens de satélite para providenciar uma visão mais alargada da situação europeia.

O Mecanismo de Proteção Civil da UE foi ativado pela última vez por Portugal em agosto de 2013. Este mecanismo facilita a cooperação em resposta a desastres entre 34 Estados europeus (os 28 Estados‑Membros, Antiga República jugoslava da Macedónia, Islândia, Montenegro, Noruega, Sérvia e Turquia). Quando ativado, o Mecanismo coordena o fornecimento de assistência dentro e fora da União Europeia, passando a gestão do mesmo pela Comissão Europeia, através do CCRE.

Para mais informações:

http://europa.eu/rapid/press-release_IP-16-2782_en.?locale=en

Voltar
 
© 2013 - Oficina - Escola Profissional do Colégio das Caldinhas by gobox.pt
Financiado pela União Europeia